Clinica Integrada SP

NÓS CONSTRUÍMOS SORRISOS
+55 (11) 5042.3372 / Whatsapp +55 (11) 96580-2002
Avenida República do Líbano, 2123 - Ibirapuera / São Paulo

LASERTERAPIA

A terapia laser é mais uma opção de tratamento que se pode oferecer ao paciente na clínica diária. O número de sessões que empregamos na maioria das doenças é de 1 a 12. A frequência de aplicações varia de uma a duas vezes por semana; em alguns poucos casos aumentamos essa frequência para três vezes por semana.

INDICAÇÕES

De um modo geral, o laser não cirúrgico tem uma série de indicações, e pode ser usado isoladamente ou como coadjuvante de outros tratamentos, sempre que se necessite de um efeito local (já que ele estimula a microcirculação) ou ainda quando se necessite de um efeito terapêutico geral.

1. Alívio da dor (efeito analgésico)

Promove o alívio de dores, dores nevrálgicas, dores em tecido mole, mialgias, dores de pré e de pós-operatório. Além dessas aplicações diretas, existem autores que preconizam sua aplicação, em determinados pontos de acupuntura para o alívio indireto desses tipos de dor. Podemos ainda utilizar o laser para irradiar pontos gatilho em dor miofacial (músculos da face), como meio eficaz de tratamento de dor orofacial.

2. Reparação tecidual (efeito bioestimulante do trofismo celular)

A fotobioestimulação por laser tem sido empregada de maneira bastante afortunada em tratamentos de condições de necrose pulpar (morte da polpa do dente), após o tratamento endodôntico (tratamento de canal), bem como nos casos de lesões traumáticas, viróticas ou no pós-operatório, promovendo uma reparação tecidual mais rápida e com padrão de qualidade histológica superior.

3. Redução de edema e de hiperemia (efeito anti-inflamatório, diminui o inchaço normaliza a circulação)

Podemos utilizar o laser em polpa durante o tratamento de corte ou desgaste do tecido dental, para eliminar a pulpite transitória que se instala após esse tipo de tratamento. Recomendamos, que se utilize imediatamente após o procedimento de dentística ou de preparo para prótese, com a finalidade de reduzir a inflamação e como conseguencia há minimização da dor. É bastante satisfatória também, sua aplicação em pós-operatório de procedimentos no campo da periodontia, assim como no pós-operatório de cirurgia oral menor, principalmente se esta for traumatizante ou complicada.

APLICAÇÕES CLÍNICAS

Relacionaram as patologias mais rotineiras da clínica odontológica; porém, o laser de baixa potência pode ser utilizado em diversas especialidades odontológicas com ótimos resultados terapêuticos:

AFTA (ÚLCERA AFTOSA RECORRENTE) - ALVEOLITE - PRÉ-ANESTÉSICA - BIOESTIMULAÇÃO ÓSSEA - CÁRIE - CIRURGIAS -DISFUNÇÃO DA ATM - EDEMAS - ENDODONTIA (TRATAMENTO DE CANAL) - EXTRAÇÃO - GENGIVITE - HERPES SIMPLES - HERPES ZOSTER - HIPERSENSIBILIDADE DENTINÁRIA - LÍQUEN PLANO- LÍNGUA GEOGRÁFICA (glossite migratória benigna) - LESÃO TRAUMÁTICA - MEDICAÇÃO INTRACANAL - MUCOSITE DECORRENTE DE QUIMIOTERAPIA - ORTODONTIA - PEDIATRIA - PERICORONARITE - PERIODONTITE - NEVRALGIA DE TRIGÊMEO -PARALISIA FACIAL DE BELL- QUEILITE ANGULAR•.

Laserterapia Laserterapia Laserterapia Laserterapia
t